A CASA RÚSTICA EM PEDRA E MADEIRA

No centro de uma localidade pequena encontra-se esta casa rústica em pedra e madeira com vários pisos que, apesar de conservar a essência e a simplicidade do estilo campestre, foi totalmente remodelada.

 

Situada numa localidade pacata, esta bonita casa foi adquirida por um casal que vive algum tempo na cidade. Costumavam passar ali os seus dias de descanso ficando hospedados numa pousada mas, como ficaram apaixonados pela localidade, decidiram comprar ali uma casa. A escolhida fica no centro da vila e é muito antiga, por isso tiveram de remodelá
-la. Uma tarefa que encomendaram ao decorador e pintor J. Lamy.

 

Vista da varanda
Aqui foi conservada a estrutura da varanda típica feita em madeira. Assim integra-se no
resto das casas que também as mantêm, para além dos telhados e das fachadas que
combinam paredes brancas e pedra natural.

 

 

A entrada da casa
Manteve-se o muro de pedra original que combina com outros materiais (madeira, barro, ferro patinado, vidro…) criando um ambiente rico em texturas.
A mesa sob a escada foi recuperada.

O maior desafio com o qual se deparou foi a distribuição adequada das divisões, pois a casa, apesar de ser muito alta, é bastante estreita e de planta iregular. Tem 2 m de largura de fachada mas a parte mais ao fundo da casa chega a medir 4 metros.

Depois da remodelação, o piso inferior tornou-se um espaço aberto que reúne tudo: zona de estar, área de jantar e cozinha. Por seu lado, no primeiro piso encontra-se o quarto principal que inclui um vestiário amplo, casa de banho e uma zona de passagem espaçosa. Da escada para a suite há um sofá-cama que se pode abrir quando há convidados. Em relação à decoração, os novos propríetários deixaram claro desde o início que, dentro do possível, queriam conservara essência rústica desta casa. Assim, decidiram manter  o muro de pedra do hall de entrada e fizeram uma pequena cozinha à medida, seguindo as cores de então. Como a casa não tinha muita luz natural, optaram pelo branco como tom protagonista. Em matrizes distintos aparece em muitos dos móveis, grande parte deles recuperados pela própria dona, e na pintura das paredes do piso inferior.

 

No entanto, nos quartos, conjugou-se uma suave tonalidade salmão com tons de pastel na roupa de cama, o que fez com que os ambientes se tornassem mais acolhedores. O chão da casa possui peças que imitam a tijoleira, o que potencia também o estilo rústico e nostálgico.

 

 

Canto com escrivaninha
É de madeira natural, com um desenho muito elegante. Para delimitar este espaço foi utilizado um tapete circular.

 

Pequena zona de jantar

Os móveis foram escolhidos em tom branco. Uma solução que consegue aligeirar o peso  visual e, ao mesmo tempo, potenciar a escassez de luz natural.

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *