Ideias para escolher tecidos para a casa

Ideias para escolhe-los…
Dizemos-lhe todos os segredos para adquirir o mais adequado, calcular os metros de tecido de que necessita, combinar padrões e o que fazer para mantê-los como novos mais tempo.

 

     1 – QUALQUER TECIDO VAL PARA FORRAR
Os de tapeçaria são os que oferecem maior resistência ao desgaste. O teste Martindale (em ciclos) classifica-os. Se têm 16.000 ciclos ou mais são tapeçarias de pouca resistência; a partir de 20.000, muito resistentes; com 80.000 ou mais, super-resistentes.

 .

 

2 – QUE LARGURA CONVÉM MAIS                                                                                                              

Para uma peça. o habitual é comprar tecido com 140 cm de largura ou com 150 a 160 cm. Mas se for usá-lo para forrar e fazer cortinados a condizer, é melhor que tenha 280 cm; ficará mais económico.

3 – Que composição devem ter?
Com o inverno a começar, os tecidos mais quentes são os veludos. Para o verão são mais frescas e indicadas as lonas de algodão ou com mistura de poliéster, jutas, linhos…

 

4 – SE VÃO TER MUITO USO….                                                                                               Há tecidos com tratamentos de fábrica que evitam que a gordura e os líquidos penetrem e manchem. Basta passar um pano húmido para eliminá-los. Por exemplo, a tecnologia Aquaclean, marca BoConcept.

 

5 – NECESSITA DE QUE QUANTIDADE?
Para forrar uma cadeira, entre 60-70 cm; um cadeirão, de 3 a 7 m (segundo o tamanho). Um sofá de 2 lugares, 12-14 m, e se for de 3 lugares, 13-16 m.

 

6 – CUIDADO COM OS ESTAMPADOS
Neste caso meça bem a peça que vai forrar e escolha um tecido com largura suficiente porque se necessitar de unir vários terá de “casar” o desenho (raport) e isso pode obrigar a comprar mais metros do que os que forem necessários.

 

7 – Como escolher as cores?
Se a divisão for pequena ou com pouca luz, escolha tons claros: crus, brancos, amarelos… Deixe os outros para as grandes e luminosas.

 

8 – E OS ESTAMPADOS?
As riscas estilizam e ficam muito bem com as flores. Se as combinar na mesma gama de cor, pode misturar até três padrões na mesma divisão. Mas o melhor será conjugá-los introduzindo um que seja liso para não saturar o ambiente.

 

9 –  PARA POUPAR
Vá aos saldos e aos outlets. Há marcas que os têm todo o ano. Verá modelos descatalogados em fim de stock ou com pequenos defeitos que serão 60% mais baratos.

 

10 – CAPAS TÃO PRÁTICAS!
São ideais para mudar a imagem de um móvel. Pode utilizar uma fresca para o verão e outras mais quentes para o inverno. Escolha laváveis e com mistura de poliéster. São mais resistentes e não encolhem.

 

Sabia que para estarem os tecidos sempre novos:

Passar o aspirador de forma regular nos seus móveis forrados, é um dos seus piores inimigos. Mantenha-os longe de uma exposição direta ao sol e evitará que as cores percam intensidade. Se são de pele, devem estar a 20-30 cm dos radiadores.

As almofadas dos assentos gastam-se antes dos encostos. Se puder, troque-as de vez em quando. Durarão mais e desgastar-se-ão por igual.

Para que as manchas não penetrem no tecido, proteja-os com anti-manchas — em lavandarías ou com um produto aerosol, de Avel, donmendo. com

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *