Mistura de estilos

Para modernizar esta casa, com uma base de decoração clássica, foram introduzidos móveis e materiais com os quais foram criados ambientes acolhedores e práticos.

 

Remodelar uma casa nem sempre significa dar início a grandes obras. Um claro exemplo disso é esta casa que, praticamente sem alterações estruturais, desfruta agora de uma imagem bem distinta da original. A sua remodelação consistiu em criar espaços quentes, acolhedores e muito funcionais, renovando o chão e as paredes e também apostando numa rica combinação de móveis de diferentes estilos. A decoradora do estúdio Creative Design, foi a responsável por levar avante este projeto.

OS REVESTIMENTOS

Com o objetivo de potenciar o imenso caudal de luz natural que entrava pelas suas janelas, as paredes foram pintadas em tons  claros. Em cada divisão foi escolhida uma cor característica de acordo com a decoração. Na zona do escritório foi recuperada uma antiga parede de tijolo que estava pintada de branco. Foi exaustivamente trabalhada de modo a recuperar o seu tom original e a conservar assim, parte da história da casa.

 

Em contraste, as restantes paredes foram decoradas com cortinados alegres e divertidos. Por sua vez, o chão foi revestido com o soalho clássico de madeira, quente e acolhedor, com exceção das casas de banho e da cozinha, revestidas com um microcimento polido de tom cinzento, muito mais prático e adequado nestes ambientes e que, para além disso, proporciona um visual atual. Este contraste de estilos é uma linha que se repete, também, na escolha de todo o mobiliário.

A zona de refeições dispõe de uma área de arrumação com vários móveis, do chão ao teto, dos quais nasce uma mesa, realizada à medida para este local. As cadeiras, simples, são de Area. O candeeiro completa a decoração desta zona.  Na cozinha, o chão de microcimento e as paredes decoradas contrastam com outra de tijolo recuperado.

 

OS MÓVEIS
Tentando aproveitar ao máximo o espaço, ganhar mais lugar para arrumação e dar a cada divisão um caráter único e especial, muitos dos móveis foram feitos à medida. O seu desenho é muito funcional e contrasta com outras peças antigas recuperadas de antiquários e outras recebidas por herança familiar. Por exemplo, no quarto principal encontramos uma cabeceira moderna feita com lâminas verticaís, que, ao mesmo tempo, funciona como uma pequena estante. Esta combina com outros toques decorativos mais clássicos, como o cadeirão e a mesinha de cabeceira de herança ou a roupa de cama branca, a colcha feita à mão e as almofadas com folho.

Móveis à medida
O espaço foi rentabilizado ao máximo com uma cama, prateleiras em cima e, sob a janela, uma mesa-secretária apoiada sobre uma estante.  O desenho dos móveis à medida é muito funcional. O objetivo: ganhar mais espaço para arrumação.

Na foto seguinte a cabeceira foi forrada com lâminas de madeira rematadas com uma prateleira a condizer, que serve de mesinha e estante. A cabeceira foi desenhada à medida para esta cama, candeeiros modelo tolomeo, de Artemide. Destaca-se a colcha feita à mão e as almofadas coloridas…

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *