O valor das peças antigas

Mobiliário antigo, arte sacra e até réplicas de qualidade é a oferta do antiquário portuense, Colecções e Antiguidades Laranjeira.

 

Para Helena Laranjeira, as antiguidades são uma herança de família. Em conjunto com o marido, Rui Laranjeira, fundou o antiquário Colecções e Antiguidades Laranjeira, na Foz do Porto, prosseguindo assim a actividade já praticada pelos seus pais.
Mobiliário antigo, a maioria em pau-santo, e mesmo peças de arte sacra são os grandes trunfos deste espaço. E para aqueles que não conseguem encontrar uma determinada peça rara ou simplesmente não podem aceder aos originais, as Colecções e Antiguidades Laranjeira oferece ainda uma vasta colecção de réplicas, executadas segundo princípios de qualidade.

A arte sacra continua a ser um bom investimento”, assegura R. Laranjeira. Vende estas peças tanto a particulares como a parocos, que procuram especialmente réplicas para substituir originais, evitando danos maiores nos furtos às igrejas.
Um dos principais indicadores do sucesso de um projecto como este é o número de clientes conquistado. Os proprietários asseguram que este valor não tem parado de crescer, sentindo-se mesmo uma grande licitação por parte de decoradores de todo o país.

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *