Uma cozinha como nova

Para ganhar mais luz e renovar e modernizar a imagem, a cozinha que se passa a apresentar foi totalmente remodelada. Não sobra nada da original: nem mesa, nem móveis, nem revestimentos.

 

Problema

Os móveis e os revestimentos desta cozinha tinham-se tornado antiquados. Além disso, não tinha luz devido à parede que separava a cozinha da zona de refeições.

Solução

A zona de refeições foi integrada na cozinha, o que multiplicou a sensação de espaço e permitiu a circulação da luz. Os móveis e os revestimentos foram actualizados.

 

TUDO EM BRANCO.

Foi assim potenciada a sensação de luz.

 

 

 

 

 

Boa ideia:

Na parte alta foram instalados módulos em vidro mate com um sistema de fecho prático e visualmente muito leves. (vide imagem seguinte);

MÓVEIS MODERNOS.

Cojugaram-se módulos brancos com puxadores em aço e armários em vidro mate. Taça e panos de Casa.

A falta de luz e o visual antigo, com revestimentos e móveis com 30 anos, foram os motivos que levaram os proprietários desta cozinha a efectuarem uma remodelação total nesta divisão. Para tal, solicitaram o projecto a uma empresa de arquitectura e decoração.

PRIMEIRO: GANHAR ESPAÇO
Para ganharem amplitude e, sobretudo, luminosidade, decidiram integrar a zona de refeições, antes separada da cozinha por uma parede com uma abertura. Ao ser eliminada esta estrutura, a luz passou a circular livremente chegando até à zona de trabalho sem problemas. Com esta solução, a sensação de espaço foi multiplicada.

MUDAR OS REVESTIMENTOS

O revestimento antigo foi substituído por placas brancas nas zonas de trabalho placa e lava-louça —, mais expostas a manchas. O restante foi pintado com tinta plástica de cor azul, que reflecte a luz e dá a sensação de limpeza. Para reforçar este efeito, as placas de mosaico cor de terra do chão também foram substituídas por outras mais práticas e em branco.

RENOVAR O MOBILIÁRIO

Foi completamente modificado e distribuído em paralelo. Para dar um ar moderno à cozinha, foram conjugados móveis de linhas simples e muito actuais em dois acabamentos. Na parte inferior, módulos com gavetas, com zonas frontais em branco e puxadores em aço. Na superior, armários mais leves com portas em vidro mate. O exaustor, de AEG, e os fornos, da mesma marca, foram coloca-dos em coluna para facilitar a sua utilização.

Foi escolhido um granito cinzento escuro para a bancada, que contrasta com a restante decoração. Por último, para substituir a antiga zona de refeições, encostou-se à parede da janela uma mesa e duas cadeiras de fechar, também brancas, que permitem tomar o pequeno-almoço comodamente.

 

Deixar Comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *